Google já usa informações de vídeos do TikTok em suas pesquisas

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo

O Google passou a destacar vídeos do TikTok em alguns dos resultados de busca gerados pela Search Generative Experience (SGE). Sem grandes alardes ou anúncios, o maior motor de busca do mundo apenas adicionou os vídeos da plataforma chinesa.

A discussão agora gira em torno de até que ponto os vídeos do TikTok podem ser considerados confiáveis. A escolha desses vídeos em destaque passa pelos mesmos critérios que outros sites precisam cumprir para aparecer na primeira página da pesquisa, como links com páginas confiáveis, conteúdo informativo assinado por profissional da área, entre outras coisas?

Como o Google pode garantir a segurança de vídeos do TikTok que indica

Tiktok google
Imagem: Captura de tela / SearchEngineLand

Conforme reportado pelo portal SearchEngineLand, a nova política do Google incluiu os vídeos do TikTok entre as informações que coleta no momento de gerar resultados em sua página de pesquisa.

Em um contexto em que o TikTok já foi acusado de exibir vídeos com informações falsas, a nova estratégia põe em questão a confiabilidade dos resultados do Google. Por outro lado, é importante lembrar que o Google reúne resultados de diferentes páginas e plataformas, todas elas sujeitas a informações erradas.

Para filtrar esses resultados, o Google amplia o ranqueamento de páginas que cumpram determinados critérios, como contar com autores de autoridade (expertise na área do tema sobre o qual fala), oferecer conteúdo de qualidade, conter as principais palavras-chaves para garantir que respondam às principais necessidades, entre outros pontos.

A expectativa é de que o mesmo se aplique aos vídeos selecionados diretamente do TikTok, além da adição de algum filtro de verificação acerca de conteúdos falsos. O Google, contudo, ainda não se manifestou sobre o assunto.

Geração Z já usa mais o TikTok para pesquisas do que o Google

De acordo com um estudo recente realizado pela Adobe, 2 em cada 5 norte-americanos já usam o TikTok para fazer pesquisas e mais de 51% das mulheres da geração Z (nascidas entre 1995 e 2010) preferem o TikTok no momento de buscar informações.

No Brasil, tanto o TikTok como ferramentas de Inteligência Artificial (IA) como a LuzIA aparecem entre as escolhas dos integrantes da GenZ para fazer pesquisas, embora não tenhamos dados concretos quanto à popularidade do Google entre esta geração no País.


FIQUE POR DENTRO!

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo
Jornalista há mais de 10 anos, a Sabryna se especializou produzindo matérias e tutoriais sobre aplicativos e tecnologia. Consumidora ávida de streamings e redes sociais, adora descobrir as novidades deste mundo.
recomenda: