Elon Musk pegou US$ 1 bilhão emprestado da SpaceX para comprar Twitter

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo

De acordo com um relatório recentemente publicado pelo Wall Street Journal, Elon Musk retirou um empréstimo de US$ 1 bilhão da SpaceX no mesmo mês em que adquiriu o Twitter por US$ 44 bilhões.

O empréstimo foi aprovado pela empresa de foguetes e garantido por algumas das ações de Musk, que ainda figura como o maior acionista da SpaceX. Em 2022, o empresário bilionário também vendeu parte de suas ações na Tesla, o que frustou vários dos investidores da empresa de veículos elétricos.

Comprar o Twitter complicou situação financeira de Musk

Elon Musk
Musk fez empréstimos e vendeu ações de outras empresas para adquirir Twitter (Imagem: Shutterstock / Sergei Elagin)

Embora seja dirigida por Elon Musk, a SpaceX tem 58% de suas ações divididas entre outros acionistas. Ainda assim, Musk detém quase 79% do poder de voto da empresa, segundo as informações do documento apresentado à Comissão Federal de Comunicações. O mesmo relatório registrou que, no final do ano passado, o capital total da SpaceX era de US$ 4,7 bilhões em dinheiro e títulos.

De acordo com as informações do Wall Street Journal, o empréstimo feito por Musk à SpaceX foi aprovado em outubro de 2022. O valor foi completamente retirado e o empresário adquiriu a rede social Twitter, atual X, ainda no mesmo mês. Mas o jornal estadunidense destaca que a compra da plataforma complicou a situação financeira de Musk, principalmente levando em conta que a SpaceX não foi a única das empresas do empresário que tiveram suas finanças envolvidas na transação bilionária.

Tesla criou regra para se proteger de empréstimos de Musk

No mesmo período, Musk teria feito acordo com diferentes bancos para pegar outros empréstimos usando suas ações em diferentes empresas como garantia. Entre elas a Tesla. Com capital fechado, a SpaceX teria servido como seu credor. Ainda em 2022, antes e depois da compra do Twitter, Musk vendeu grande parte de suas ações da Tesla.

Ao todo, estima-se que suas vendas totais na empresa de carros elétricos tenham chegado a quase US$ 40 bilhões. Segundo o jornal estadunidense, a atitude do empresário frustrou bastante os investidores da companhia. Em abril de 2023, a Tesla anunciou regras mais rígidas em torno de qualquer tentativa de Musk de usar sua participação na empresa para pedir dinheiro emprestado.

CONFIRA TAMBÉM!

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo
Jornalista há mais de 10 anos, a Sabryna se especializou produzindo matérias e tutoriais sobre aplicativos e tecnologia. Consumidora ávida de streamings e redes sociais, adora descobrir as novidades deste mundo.
recomenda: