China pode receber jogos da Activision Blizzard

Adriano Camargo
Adriano Camargo

Com a conclusão da aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft, grandes mudanças estão a caminho para a desenvolvedora, incluindo ajustes na liderança e novas estratégias para suas operações futuras.

A mais recente novidade indica que a empresa está atualmente em negociações com várias empresas chinesas para retomar suas operações na China.

Apesar de ter encerrado sua parceria com a NetEase, a Blizzard está explorando uma possível nova colaboração que permitirá trazer títulos populares, como Overwatch e World of Warcraft, de volta ao mercado chinês.

Microsoft Xbox Activision Blizzard logos
Empresa retomará sua participação no mercado chinês (Imagem: Reprodução)

Notícias veiculadas em mídias chinesas revelam que a Blizzard e a NetEase estão buscando um novo acordo, após tentativas infrutíferas de negociação com outras empresas, incluindo Tencent, ByteDance e Bilibili Games. A NetEase, antiga parceira da Blizzard na China, surge novamente como uma candidata potencial para trazer os jogos da desenvolvedora norte-americana de volta ao país.

Com o fim da parceria, rumores sugeriram que Bobby Kotick, então diretor-executivo da Activision Blizzard, desempenhou um papel crucial no fracasso das negociações. Com Kotick deixando a empresa e Matt Booty, da Microsoft, prestes a assumir uma posição de liderança, a Microsoft Gaming vê a China como um mercado estratégico para seus jogos, o que pode levar à retomada dos negócios.

A possível reinserção da Activision Blizzard na China após a aquisição pela Microsoft levanta questionamentos sobre como a empresa abordará outros mercados, incluindo o Brasil.

O cuidado demonstrado com a China pode sinalizar uma abordagem estratégica mais ampla da Microsoft em relação a seus diversos mercados globais.

SAIBA MAIS!

Adriano Camargo
Adriano Camargo
Jornalista especializado em tecnologia há cerca de 20 anos, escreve textos, matérias, artigos, colunas e reviews e tem experiência na cobertura de alguns dos maiores eventos de tech do mundo, como BGS, CES, Computex, E3 e IFA.
recomenda: