Apple interrompe venda de smartwatch nos EUA

Adriano Camargo
Adriano Camargo

A Apple está prestes a interromper as vendas de seus smartwatches nos Estados Unidos devido a uma disputa de patentes, de acordo com informações da agência de notícias Dow Jones.

A empresa terá que ajustar o produto para possivelmente cumprir uma proibição decorrente da disputa relacionada a um sensor de medição de oxigênio no sangue presente em alguns modelos. Os modelos afetados por essa medida são o Watch Series 9 e o Watch Ultra 2, que serão retirados de circulação.

Apple Watch relógio
Empresa tirará modelos do mercado (Imagem: Pixabay)

Por conta disso, as ações da empresa encerraram o dia com uma queda de 0,85%.

No último ano fiscal, as vendas do Apple Watch geraram US$ 19,6 bilhões em receitas para a empresa americana, conforme dados da plataforma Visible Alpha.

Em outubro, a Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos afirmou que a Apple violou patentes nos novos modelos do Watch desde 2020. O caso envolve a empresa de tecnologia médica Masimo que, em 2021, alegou que a gigante infringiu suas patentes relacionadas ao medidor de oxigênio no sangue.

A agência americana concedeu um prazo de 60 dias para uma decisão final, mas a Apple optou por agir antecipadamente diante de uma possível decisão negativa, conforme relatado pela agência de notícias.

A Apple declarou: "Discordamos totalmente da decisão e buscaremos uma série de opções técnicas e legais para garantir que o Watch esteja disponível para os clientes".

FIQUE POR DENTRO!

Adriano Camargo
Adriano Camargo
Jornalista especializado em tecnologia há cerca de 20 anos, escreve textos, matérias, artigos, colunas e reviews e tem experiência na cobertura de alguns dos maiores eventos de tech do mundo, como BGS, CES, Computex, E3 e IFA.
recomenda: