Após protestos intensos, Sam Altman retorna ao comando da OpenAI

Adriano Camargo
Adriano Camargo

Em uma reviravolta dramática, Sam Altman está de volta como CEO da OpenAI, depois de uma ameaça de demissão em massa por parte dos funcionários da empresa. A saga começou quando o Conselho de Administração demitiu Altman, alegando falta de consistência em suas comunicações.

A situação se intensificou com a renúncia do presidente da OpenAI, Greg Brockman, em protesto à saída de Altman. Investidores e funcionários expressaram descontentamento, e Altman foi recontratado, agora com um novo Conselho de Administração (sem Ilya Sutskever, Helen Toner e Tasha McCauley), atendendo às demandas dos funcionários.

O que está acontecendo?

Entenda a cronologia dos acontecimentos:

Sexta-feira - 17 de novembro:

  • Sam Altman, co-fundador da OpenAI e responsável pelo ChatGPT, é demitido pelo Conselho de Administração, alegando falta de consistência em suas comunicações.
  • Mira Murati é nomeada CEO Interina pela OpenAI.

Domingo - 19 de novembro:

  • Greg Brockman, presidente da OpenAI, demite-se em protesto à saída de Sam Altman.
  • Funcionários relatam revolta entre investidores.
  • Sam Altman retorna à sede da OpenAI, mas apenas como visitante, sendo impedido de entrar com seu crachá usual.
  • Chefe de segurança da OpenAI publica mensagem no X indicando que Altman está recrutando para sua nova empresa web3.
  • Emmet Shear, ex CEO do Twitch, é escolhido como novo CEO da OpenAI.

Segunda-feira - 20 de novembro:

  • Sam Altman e Greg Brockman são contratados pela Microsoft para liderarem uma nova equipe de pesquisa avançada em Inteligência Artificial.
  • Emmet Shear destaca que investigará a saída de Altman e promete "pressionar fortemente por mudanças significativas de gestão".
  • 505 dos 700 funcionários emitem uma carta aberta ameaçando demissão em massa caso Altman não seja reintegrado como CEO.

Quarta-feira - 22 de novembro:

  • OpenAI anuncia a readmissão de Sam Altman como CEO da empresa.
  • Conselho de Administração anterior sai da empresa.
  • Novo Conselho de Administração inicial é formado, composto por Bret Taylor (Presidente), Larry Summers e Adam D'Angelo.
  • CEO da Microsoft, Satya Nadella, expressa apoio à reintegração de Altman.
  • Altman agradece pela paciência e afirma estar ansioso para retornar à OpenAI.

Durante esse período tumultuado, Altman e Brockman foram contratados pela Microsoft, levando a uma série de eventos, chegando à ameaça de demissão em massa por dois terços dos funcionários da OpenAI e a formação de um novo Conselho de Administração.

Após comunicar a contratação de Altman e Brockman em uma postagem no X, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, retornou à rede social para expressar seu apoio à reinserção de Altman como CEO da OpenAI. Como um investidor crucial na empresa, a Microsoft possui 49% das ações da OpenAI.

Satya Nadella Twitter X mensagem Sam Altman
CEO da Microsoft se manifestou na X (Imagem: Twitter/X)

Com este novo Conselho formado, que inclui Bret Taylor, Larry Summers e Adam D'Angelo, Altman está de volta à OpenAI, e a Microsoft expressou seu apoio à reintegração, indicando um possível retorno à estabilidade após esse drama corporativo.

Com Altman de volta, a expectativa agora é que a empresa retome seu foco em inovações em IA, deixando para trás o drama corporativo. Pelo menos por enquanto.

VEJA TAMBÉM:

Adriano Camargo
Adriano Camargo
Jornalista especializado em tecnologia há cerca de 20 anos, escreve textos, matérias, artigos, colunas e reviews e tem experiência na cobertura de alguns dos maiores eventos de tech do mundo, como BGS, CES, Computex, E3 e IFA.
recomenda: